Entre no Clube de Consumidores
e descubra todas as novidades
que temos para si.
Entre no Clube de Consumidores e descubra todas as novidades que temos para si.

Nutrição

Conselhos para reduzir o consumo de sal

Truques para diminuir o consumo de sal

O sal comum é o cloreto de sódio (NaCl). É, seguramente, o condimento mais utilizado nos lares portugueses e espanhóis. O sal é formado por 40% de sódio e 60% de cloro, dois minerais importantes para o bom funcionamento do organismo. No entanto, o consumo de sal em excesso pode ser prejudicial para a saúde.

Segundo a OMS, o consumo máximo de sal deve ser de 5 g por dia, o que corresponde a 2 g de sódio por dia.

Atualmente, o consumo de sal é de 6 g por dia e, de acordo com a AESAN, no caso dos espanhóis o consumo é o dobro da quantidade recomendada, chegando aos 10 g por dia.

As autoridades de saúde recomendam a redução do consumo de sal. De acordo com a OMS, a diminuição da ingestão de sódio através do consumo de sal poderia reduzir significativamente a tensão arterial nos adultos.

O gosto pelo salgado é adquirido ao longo do tempo em função dos alimentos que consumimos e dos hábitos alimentares adquiridos na infância. Apesar disso, esta realidade pode ser alterada e reeducada por forma a reduzir o consumo de sal na nossa alimentação.

Conselhos para reduzir o consumo de sal

Existem vários truques para reduzir o consumo de sal (e, por consequência, de sódio) sem nos darmos conta:

  • Reduza o consumo de sal desde a infância. Se nos habituarmos ao sabor natural dos alimentos desde pequenos, com o passar do tempo teremos tendência a consumir menos sal;
  • Consuma alimentos frescos, como frutas e verduras;
  • Aumente o consumo de potássio através da ingestão de determinados alimentos. O potássio é um mineral que contribui para a manutenção da tensão arterial em níveis normais. A soja, o grão de bico, as lentilhas ou os frutos secos como amêndoas ou pistácios são alimentos ricos em potássio;
  • Substitua o sal de mesa por outras especiarias e ervas aromáticas que dêem sabor à comida. Utilize os orégãos, a paprika, o alho em pó, a noz moscada, o caril... tudo boas opções para dar um toque diferente à sua receita;
  • Evite, na medida do possível, os alimentos processados ricos em sal, que podem ser substituídos pelo mesmo alimento nas suas versões reduzidas em sal;
  • Substituir o sal comum por outro com menor teor de sódio.

O consumo de três ou quatro doses de peixe por semana, no caso dos adultos, e uma a duas doses, no das crianças, não é suficiente para satisfazer a recomendação de ómega-3 a nível semanal.

Conselhos para reduzir o consumo de sal

A Pescanova, a pensar na saúde dos seus clientes, oferece soluções para melhorar a sua alimentação diária.

Para mais informações:
http://www.who.int/elena/titles/sodium_cvd_adults/es/
http://www.plancuidatemas.aesan.msssi.gob.es/conocelasal/como-reducir-el-consumo.htm